LEONARDO DA VINCI: IL SOLE NON SI MOVE, CREATIVITÀ È MOVIMENTO

Leonardo da Vinci parece ter vivido com uma sensação de liberdade que pode ter propiciado um desenvolvimento de sua imaginação, observando profundamente a natureza e recriando-a. Desde seu nascimento ele viveu inúmeras experiências ambientais que podem ter desenvolvido a sensação de confiança que influenciou sua personalidade, proporcionando seu desenvolvimento intelectual e o habilitando com alto poder criativo.

Provável autorretrato de Leonardo da Vinci, cerca de 1512 a 1515

Provável autorretrato de Leonardo da Vinci, cerca de 1512 a 1515

Piero, pai de Leonardo, fez um investimento constante em seu filho. Sendo ambicioso e sempre tendo desejado filhos, pelo que percebemos em sua história, Piero proporcionou o que de melhor poderia oferecer naquela época para seu primogênito, mesmo sendo ele um filho bastardo. E certamente, este apoio do pai, deu segurança para que Leonardo desenvolvesse sua criatividade. Leonardo identificou-se com seu pai em sua ambição e dedicação intensiva às atividades profissionais.

Leonardo estava certo ao afirmar que o Sol não se move, E ele também estava certo ao afirmar que necessitava de um intenso movimento em sua vida para que sua criatividade emergisse em seus pensamentos.

Trabalho apresentado no VI Encontro Brasileiro sobre o Pensamento de D.W.Winnciott. Curitiba/PR (2011). Artigo Publicado na Revista Rabisco vol. 2 número 1 – Maio 2012

Anúncios

As desculpas Pré e Pós fazem parte da sua vida?

Para obter sucesso no tratamento de Reeducação Alimentar é preciso estar preparado emocionalmente. Enquanto não estivermos prontos para as mudanças na rotina diária do seu dia-a-dia, ficaremos dando desculpas na tentativa de justificar a dificuldade para começar um tratamento com seriedade e com resultados satisfatórios.ALIMEN~2

Existem dois tipos fundamentais de desculpas:

As desculpas Pré são usadas como justificativas que tentam explicar o que estamos pensando ou planejando fazer.

Ex.: “ Não encontro tempo para ir na academia

As desculpas Pós são usadas para justificar algo que já fizemos  e sabemos que não nos cuidamos como deveríamos.

Ex.: “Ontem ingeri alimentos além do que deveria porque fui numa festa de aniversário

Enquanto estivermos fazendo uso de desculpas, seja ela qual for, não estamos preparados para mudanças em nossa vida.

Piccoli bianchi lillà accolto da Winnicott

Margareth Little

Margareth Little

Affrontando il caso di Margareth Little, puntiamo a una comprensione dinamica della gestione del paziente e Winnicott. Questo incontro diverso e altrettanto importante, ha portato Margareth a pubblicarlo, e ha fornito una visione chiara della Clinica di Winnicott. La distruzione e la sopravvivenza, come la morte e la vita, erano presenti nel corso dell’esistenza di Margaret. In questo lavoro, abbiamo visto che la distruzione ha la sua parte nella costruzione della realtà. Ma, perché ciò accada, abbiamo bisogno di condizioni favorevoli e Margareth le ha trovate nelrapporto speciale con Winnicott, un analista che ha saputo adattarsi alle e sigenze del suo paziente. Lei ha trovato il holding di cui aveva bisogno per collegarsi in una relazione terapeutica. L’ambiente era sicuro e flessibile, e gli ha permesso di avere il suo ritmo e la fede, oltre a rafforzare i suoi legami con la realtà. La distruzione è parte della creazione, ed entrambisono inseparabili.